Alcance…

remarAlcance
é jeito de poesia
desdobrar-se nos caminhos,
A insistência dos céus.

Trecho de frase
a trazer-te sorte
Destino do mar
a visitar-te nas romarias,
os horizontes.

Janela em que decoro cores outras
e desenho à boca, a palavra e o beijo.
Porque qualquer alcance em que se derramam
à beira da onda, junto a ponta do infinito:
É prece,
é enfeitar a nós dois com estrelas;
cavalos marinhos;
lençóis e conchas bonitas.

É benção a demarcar nas areias
teus passos aos meus
Uma invenção singular
para trazer formas novas.

Alcance poderia assim dizer,
escolher, não-escolher de qual jeito
Remaria contra a maré.

Porque de todos os outros jeitos
Alcance é sempre a favor.

(Fernanda Fraga, 25 de Junho de 2017)

*Crédito foto: Travessia Sagrada Maya, @giberthdezdaniela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s